Containers em terminal portuário

O que pode ser transportado em container?

Os containers são muito versáteis. Eles podem carregar produtos secos, refrigerados, químicos, frágeis e muito mais. A forma mais comum de acondicionar a mercadoria no container é fazendo a paletização da carga.

Dessa forma, a carga paletizada pode ser transportada para o container facilmente – depois para o caminhão, navio ou trem – sem a necessidade de manusear a mercadoria diretamente (minimizando a possibilidade de avarias e perdas da carga), a cada mudança de modal.

Como o Brasil tem uma extensão territorial muito grande e com estradas que variam muito de qualidade, é importante pensar na forma de transporte adequada, para que a mercadoria chegue com segurança ao destino final.

Devido às inúmeras vantagens, as empresas de transporte de containers têm sido muito procuradas para realizar esse tipo de logística.

No entanto, nem todos sabem quais os tipos de cargas podem ser transportadas em containers.

Diante disso, criamos esse post para que você saiba o que pode ser transportado em container. Veja abaixo!

 

Leia também: Quanto custa o transporte de um container?

Tipos de cargas em container

A grande vantagem em utilizar o container para transportar cargas é o manuseio ser feito de forma rápida e segura.

Cada carga possui uma característica única que demanda cuidados diferentes, como equipamento, motorista e caminhões adequados para a realização do transporte.

Veja abaixo o que pode ser transportado em containers!

 

Cargas secas

A carga seca diz respeito a produtos industrializados e não perecíveis. Sendo assim, não há a necessidade de cuidados especiais como a utilização de containers refrigerados ou proteção térmica.

Existem vários tipos de cargas secas, como alimentos embalados, materiais de construção, auto peças, móveis, etc. Alguns desses produtos são acomodados em caixas, sacos, embalagens e fardos próprios para o transporte de cargas.

Tipos de cargas secas:

  • Ferragens;
  • Tubos de aço;
  • Madeiras;
  • Pneus;
  • Roupas e tecidos;
  • Computadores e eletrônicos;
  • Matérias para construção;
  • Móveis;
  • Alimentos não perecíveis (como sacos de arroz ou outros grãos).

Cargas a granel (líquida e sólida)

Os produtos a granel são chamados assim porque não foram ensacados ou encaixotados. Esse modelo de transporte é muito comum em regiões com fazendas e onde há atividades de agronegócios.

As cargas a granel podem ser tanto líquidas quanto sólidas, podendo transportar alimentos e produtos químicos, dentre milho, trigo, açúcar, café, soja e óleos, lubrificantes, ácidos, glicerina, etc.

Tipos de cargas a granel:

 

  • Granel líquido

O transporte de carga a granel líquida, geralmente, em containers tanques (conhecidos como Isotanks). No entanto, também podem ser transportadas em containers dry, caso estejam acondicionadas em IBCs, tambores ou bombonas.

O IBC (Intermediate Bulk Container) é uma forma de acondicionamento de cargas. O IBC pode ser rígido – cubos plásticos, envolvido por uma “gaiola” de metal – ou flexível, que seria uma bolsa de polietileno, envolvida por um papelão em forma de octógono.

Depois da carga granel líquida ser armazenada no IBC, elas são colocadas no container dry.

Já o container IsoTank, leva a carga diretamente no compartimento. O IsoTank tem formato cilíndrico e pode carregar até 27 toneladas, e consiste num tanque de aço reutilizável com arestas retas que permitem que sejam empilhados e movimentados como se fosse um container dry.

Existem múltiplas aplicações e desenhos deste tipo de contêiner. São revestidos para o transpor­te de produtos químicos corrosivos ou para cargas de ácidos e vinhos. Há disponibilidade de equipamentos com calefação para outras cargas especiais.

Ambas as formas de transportes (IBCs e IsoTank) exigem cuidados como tratamento e lavagem de container, para que possam ser reutilizados com outros produtos posteriormente.

 

  • Granel sólido

A carga sólida é composta por arroz, soja, milho, feijão, etc.

O granel sólido também pode ser feito em um container dry, porém é necessário fazer a unitização da carga, acondicionando esses grãos em bags/sacarias, por exemplo.

 

Carga Frigorífica

A carga frigorífica (ou refrigerada) são cargas perecíveis ou congeladas. Estes produtos são transportados em containers com equipamento de refrigeração (chamados containers reefers).

Os aparelhos de refrigeração mantém a temperatura entre 0ºC e -10ºC. No caso de produtos congelados, a temperatura fica em torno de -20ºC.

Cargas que necessitam do container frigorifico:

  • Frutas;
  • Legumes;
  • Carnes;
  • Frangos;
  • Peixes;
  • Alguns medicamentos.

Os containers precisam estar com a manutenção em dia para transportar esse tipo de carga, já que qualquer variação brusca de temperatura pode causar a perda da mercadoria ou prejuízos à saúde, devido a contaminações.

Por isso, busque armadores que possuam containers e equipamentos em boas condições, que atendam às normas e exigências, além de darem atenção especial à manutenção e higienização.

 

Cargas Perigosas (IMO)

São consideradas cargas perigosas (IMO) todas aquelas que possam colocar em risco a segurança das pessoas, ou causar danos ambientais.

Para esse tipo de transporte, é necessário que o veículo contenha o rótulo de risco estabelecido pelo Código de Trânsito Brasileiro, além de equipamentos de segurança, motoristas treinados (curso MOPP) e caminhões capacitados.

Exemplos de cargas perigosas (IMO):

  • Pesticidas;
  • Materiais radioativos ou corrosivos;
  • Explosivos, como fogos de artifício;
  • Gases tóxicos, como enxofre e amônia;
  • Combustíveis, como álcool, gasolina e petróleo;
  • Produtos químicos e inflamáveis.

Cargas Frágeis

Cargas frágeis devem ser movimentadas/manuseadas o mínimo possível, evitando danos e avarias. Portanto, o container é uma forma eficaz de transportá-las, pois uma vez lacrado, o mesmo deve ser aberto somente no destino final, quando então será novamente manuseado.

O cuidado especial para lidar com o transporte de produtos frágeis e delicados está presente em todo o processo logístico, como empilhamento, embalagem, embarque e até o carregamento e descarregamento da carga.

Tipos de cargas frágeis:

  • Louças;
  • Cristais;
  • Vidros;
  • Espelhos.

Para que não haja danos a cargas delicadas, é indispensável o uso de embalagens protetoras como plástico bolha ou isopor.

Conclusão sobre o que pode ser transportado em container

Devido a inúmeras dimensões de containers, é possível transportar diversos tipos de cargas. No entanto, é preciso estar atento às diferentes características que essas cargas apresentam para atender o processo necessário para cada uma delas.

Diante disso, muitos desafios são encontrados, como evitar danos e avarias à carga, que podem ser causados por mau manuseio, falta de infraestrutura das estradas, ou até mesmo por roubos e furtos.

Por isso, encontre uma empresa de transporte que seja qualificada para prestar serviços logísticos de maneira eficiente e profissional. Isso é primordial para alcançar bons resultados.

 

Quer transportar a sua carga dentro de um container para que ela possa chegar com mais segurança ao destino? Entre em contato com a transportadora RodoQuick!

Precisa de ajuda? Converse Conosco
Need Help? Talk to us!