Containers em terminal portuário

Blog

A Importância do Seguro de Carga no Transporte de Container

Um dos menores custos, mas mais importantes do transporte de container de uma transportadora em Santos, é o de seguro da carga (Responsabilidade Civil e Desvio de Carga).

Também chamado de ad valoren, o prêmio (valor pago pela contratação do seguro) geralmente varia entre 0,10% e 0,20% do valor total da carga (incluindo impostos). Logo, é um custo proporcional ao valor da carga transportada, e irrisório, quando comparado ao mesmo.

Cada apólice tem suas particularidades, mas em regra geral todas classificam as mercadorias em grupos, de acordo com os riscos de sinistro. Sendo assim, temos 3 classificações básicas:

  • Mercadorias Gerais: são produtos menos visados (como produtos químicos, maquinários para linhas de produção, dentre outros).

A História do Porto de Itajaí e Navegantes

O Porto de Itajaí e sua História no Transporte de Cargas

A movimentação de mercadorias na região onde, hoje, está situado o porto de Itajaí, deu-se no início do século XIX, quando a população da região ainda começava a utilizar os rios nas proximidades para o transporte de cargas. Nessa época, o comércio se dava de modo informal, sem interferência do governo, como regulações e impostos.

Com o passar do tempo, a movimentação foi crescendo e, em 1912, o governo iniciou estudos para a construção de molhes, que possibilitariam a atracação de navios e embarcações com maior tranquilidade e eficiência, marcando o início do desenvolvimento da região.

A História do Porto Itapoá

Localizado na Baía de Babitonga, o Porto Itapoá, primeiro porto privado do país, iniciou suas atividades em 2011.

O projeto, idealizado e executado pelo Grupo Battistela, cumpria uma função estratégica da empresa, que expandiu seus negócios internacionais, exportando madeira pinus de alta qualidade. Em 2007, iniciaram-se as obras na margem norte da Baía de Babitonga, começando a preparar o que viria a ser hoje um dos terminais mais modernos da América Latina.